PÁGINA INICIAL

sexta-feira, junho 13, 2008

Eis a bike conquistando espaços.
Projeto:
Pedalando pelo Rio Paraíba do Sul.
(Parte V)
Na oportunidade que usei um tempinho em busca desse novo conhecimento (o mundo da bike), não apenas descobri um diferencial maravilhoso que pessoas de toda parte estão fazendo ao ter por gosto especial o pedalar. Mas, também, encontrei o governador do estado (o qual São José de Ubá pertence) do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral conhecendo um projeto, voltado a bike, já em prática em Paris.
Bem, que ele tenha a sorte de conseguir implantar tal benfeitoria em seu mandato ;).
Equilíbrio: Sergio Cabral em Paris
Depois de encontrar-se com o prefeito de Paris, Bertrand Delanoë, onde conheceu o Velib’, o sistema de transportes de bicicletas públicas da capital francesa, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ficou entusiasmado. “É extraordinário”, disse ele. Para o deleite dos fotógrafos e zelo com a imagem, Cabral montou em uma bicicleta do Velib' para dar a volta em torno da prefeitura de Paris. Certa altura, soltou as mãos do guidom. “Não é poluente, estimula a saúde com a prática de exercícios físicos e é amigável ao bolso do mais pobre” , completou Cabral. O Velib’ é um tremendo sucesso entre os parisienses. O maior sistema do gênero no mundo cuja assinatura anual custa 29 euros, foi implantado no ano passado. Ele já tem 160.000 usuários, 20.500 bicicletas, mais de mil pontos de estacionamento e 400 quilômetros de ciclovias. (Leia no arquivo a nota do dia 28/06/2007 sobre o Velib'). Durante as horas de pico do trânsito, um trajeto entre a Place du Chatelet, no centro de Paris, até a Place de Italie, no sul da cidade, leva-se 25 minutos de bicicleta. Exatamente, o mesmo tempo gasto pelo metrô. De carro, o percurso é feito em 45 minutos. Sérgio Cabral quer levar o sistema para o estado do Rio de Janeiro com um melhoramento: as bicicletas seriam equipadas com o sistema de localização por satélites GPS. Assim o paradeiro de cada bicicleta estaria monitorado dificultando o roubo. Os usuários do Velib em Paris deixam um depósito de 150 euros como caução para fazer a assinatura do sistema --- 30% das bicicletas do Velib’s foram roubadas desde julho do ano passado. A outra idéia para versão carioca é integrar a bicicleta com os outros transportes públicos, trens, metrô, barcas e ônibus, pagando bilhete único e utilizando o cartão magnético RioCard. O Rio já tem 150 quilometros ciclovias --- a segunda maior extensão urbana de ciclovias da América Latina. Volta Redonda e Resende já estão com projetos avançados para transformar o objeto de lazer de duas rodas em meio de transporte público. A empresa Clear Channel ganhou licitação da Prefeitura de Niteroi para operação do mobiliário urbano, que inclui também bicicletas. O primeiro trecho será ligará a Estação das Barcas, no Centro, ao prédio da Universidade Federal Fluminense (UFF), no bairro de São Domingos. O Estado do Rio de Janeiro recebeu 600 mil dólares do Banco Interamericano de Desenvolvimento para financiar o projeto. O governador do Rio de Janeiro, em visita de 3 dias a Paris, vai se reunir hoje com Thierry Peugeot, presidente do Grupo Peugeot-Citroën, Luc Oursel, presidente da Areva e com diretores do grupo Michelin. À noite, Cabral participa de um jantar em sua homenagem oferecido pelo embaixador do Brasil na França, José Mauricio Bustani. Amanhã, 21 de maio, toma café da manhã com o presidente de honra do sindicato patronal francês MEDEF, almoça no Senado e encontra-se com Anne-Marie Idrac, Secretária de Estado de Comércio Exterior. Cabral encerra o seu períplo francês reunindo-se com Christine Lagarde, ministra da Economia, das Finanças e do Emprego.

Um comentário:

Angel Tostes disse...

Sandra,
Adorei a forma de apresentação do blog para o Projeto...
Mas, a jibóia, com todo respeito à natureza, foi horrível..."eca"!